Tentação natalina tem nome pra mim: RABANADA! A-M-O!

A situação só não fica crítica porque primeiro – elas só aparecem 1 vez por ano (ufa!), e segundo – eu só gosto quando ainda estão quentes – ou seja, ou acordo cedo para ficar ao lado do fogão esperando elas ficarem prontas (hoje devorei 3 no café da manhã!) ou não como mais…

E em matéria de rabanada não tem pra ninguém – Dona Heloiza arrasa! Já provei váriassss ao longo dos anos – em outras casas, de receitas secretas a padarias da esquina, cafés… mas nada se compara as fatias douradas (como são conhecidas em Portugal) das fotos logo abaixo!

Que tal fazer um teste e tirar a prova?! Me conta depois!

RABANADAS
Ingredientes:
Pão da rabanada (12 a 15 fatias)
Leite integral (1 a 2 xícaras)
Leite condensado (cerca de 1/2 lata)
1 ovo
Óleo para fritar (pode ser de canola, girassol, soja, etc.)
Açúcar
Canela

Etapa 1: corte o pão de rabanada em fatias de, aproximadamente, 2 dedos de largura. Com uma faca de pão corte as beiradas (cascas) mais duras (grossas) da fatia. Se preferir (ou na dúvida) tire toda a casca, mas faça isso bem rente ao pão, aproveitando o máximo.

Etapa 2: coloque num prato fundo 1 xícara de leite a temperatura ambiente e 2 colheres (sopa) de leite condensado e misture com uma colher. Passe a fatia de pão nessa mistura dos 2 lados até encharcar de leite (mas sem deixar o pão mole demais) e retire o excesso. Se você quiser fazer essa etapa usando um garfo tudo bem, mas aqui a gente usa a mão mesmo – passa a fatia do leite, e depois aperta um pouquinho para tirar o excesso. O pão deve ficar bem molhadinho.

Etapa 3: quando todas as fatias estiverem prontas, espalhe um pouquinho de leite condensado por cima, mas só de um lado.

Etapa 4: num prato fundo bata 1 ovo com um garfo (tipo omelete) e passe a fatia de rabanada nesse ovo batido – dos 2 lados e na lateral, se necessário.

Etapa 5: quando terminar a etapa 3 já coloque o óleo numa frigideira funda (grande o suficiente para colocar 4 dedos de altura de óleo e ainda sobrar uns 3 dedos de altura livres pra cima – eu e minhas medidas…), e leve ao fogo médio/alto até ficar bem quente. Frite as rabanadas, colocando o lado do leite condensado para cima primeiro. Depois de dourado 1 lado, vire a rabanada e deixe dourar o outro lado.

Etapa 6: retire e coloque numa frigideira aquecida (fogo baixo – sem óleo, nada), deixe um pouquinho de cada lado. Com isso você vai terminar de dar o ponto, e deixar as rabanadas ainda mais sequinhas. Retire e coloque num papel toalha.

Etapa 7: Em seguida passe as rabanadas na mistura de açúcar e canela. Retire o excesso dando uma batidinha e pronto! Hora devorá-las!

Etapa 3
Etapa 4
 Etapa 6
Hummm…
Delícia! Etapa final!
Mammy numa pequena pausa no Jardim de Luxemburgo

«

»

4 comentários

  • fashion4everus | 23/12/2010

    Nossa dos deuses esta receita, vou fazer já já….comida d´alma!!!

    Bjus
    Feliz Natal

  • Anonymous | 01/01/2011

    Parabéns, Ana Paula!
    Este blog deveria ganhar status de utilidade pública!
    Receitas sensacionais com simplicidade e eficiência.
    Elegância e bom gosto andam juntos!
    Anônimo Guloso…

  • Marcia Barr | 07/01/2011

    Vi coisas horrendas preparadas por lojas tradicionais da cidade sob o "pseudônimo" RABANADA. Como também comi as rabanadas preparadas pela minha mãe, sei que essas coisas eram tudo, menos essa guloseima natalina.
    Parabéns, Nana por compartilhar a receita e por publicar essa foto charmosa da criadora!
    Feliz 2011!!!

  • Anonymous | 18/01/2011

    Encontrei seu blog pelo Fashion4everus! Simplesmente amei! Vou acompanhar sempre e mesmo tendo passado a época do natal, vou fazer essa rabanada….adoroooooooooo bjão Patrícia


Na Cozinha & De Salto Alto

Features Stats Integration Plugin developed by YD